sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Lanternas vermelhas



















Um poderoso homem e a rivalidade de suas quatro esposas. As lanternas vermelhas que dão título ao filme fazem parte de um belo e humilhante ritual de escolha, por parte do senhor.

Songlian é uma jovem universitária de 19 anos que acaba de perder o pai. Impelida pelas dificuldades financeiras da família a interromper seus estudos, Songlian aceita a proposta de casamento de um homem rico a quem jamais conhecera.
Chegando na casa do marido (a quem todos chamam de mestre), ela conhece suas três rivais, Yuru, Zhuoyun e Meishan. Yuru é mãe do primogênito do mestre, mas hoje é ignorada devido a sua idade. A sorridente Zhuoyun, aparentando estar na faixa dos 40 anos, lamenta-se por ter dado uma filha, e não um menino, a seu mestre, mas sonha em reverter a situação e ficar grávida enquanto ainda houver tempo. Por sua vez, a caprichosa Meishan, ex-cantora de ópera, é mãe de um garoto.

A tradição é assim: o mestre seleciona uma de suas esposas para passar a noite. A eleita recebe um tratamento especial, com direito a massagem nos pés e a escolha do cardápio para as refeições do dia seguinte. A regularidade da visita do mestre define o status que determinada esposa gozará naquele microcosmo. A fachada da casa da esposa escolhida é iluminada com enormes lanternas vermelhas. São raros instantes de prazer dos quais ela pode gozar antes de mais uma vez disputar a atenção do mestre com as outras esposas.
A chegada de Songlian gera ciúmes e descontentamento (inclusive na criada Yan’er, que sempre ansiara por tomar seu lugar), uma vez que ela rapidamente passa a se tornar a favorita do mestre.
Cada uma das quatro esposas tem personalidades bem diferentes, e cada uma usa de suas armas e/ou atributos para ter a preferência do senhor (ou só se vangloriar perante as outras).

Dividido em quatro partes – as estações do ano -, Lanternas Vermelhas apresenta as quatro mulheres, de quatro gerações diferentes, não tanto como esposas, mas sim como concubinas, destinadas a servir o marido num ciclo perpétuo de obediência e humilhação.
As estações talvez simbolizem cada uma das quatro personagens: a primeira esposa, fria e pouco solicitada, seria o inverno. A segunda esposa, no outono da vida, luta silenciosamente contra o perecimento de sua fertilidade. A terceira esposa, bela como a primavera, é um poço de exuberância e classe. Songlian, representando o verão, é quente, incipiente, fresca.




http://4.bp.blogspot.com/_lj8wYiiybis/Rji69MbRqbI/AAAAAAAAABU/plsAyyrxMm8/s320/lampadas.JPG


Obra-prima do diretor Zhang Yimou, Lanternas Vermelhas é um grande clássico do cinema mundial , baseado no livro de Su Tong.

Um comentário:

  1. Nádia, não conheço esse filme. Achei muito legal o resumo que você fêz. Tudo tem uma lógica nesses filmes. As vezes tento procurar essa lógica em minha vida e não consigo ver. A única coisa que confio é que nada acontece por acaso. Um dia ainda descubro e espero que não seja tarde. Beijos de curiosidade. Manoel.

    ResponderExcluir